WIKA Brasil

Transdutores de força de compressão

Transdutores de força de compressão da WIKA: confiáveis ​​e robustos

Os transdutores de força de compressão são projetados para determinar forças de compressão e são adequados para medições estáticas e dinâmicas no fluxo de força direto. Os transdutores de força WIKA são fabricados em aço inoxidável e outros materiais de alta qualidade, são robustos e se destacam por sua confiabilidade e alta qualidade mesmo em aplicações complexas. Nossos transdutores de força de compressão estão disponíveis em diferentes cargas nominais. Eles cobrem uma ampla gama de áreas de aplicação: por exemplo, esses sensores de força são empregados na construção de máquinas ou na automação de plantas para determinar as forças de prensagem e união, bem como para detectar peso em muitas aplicações industriais. Você pode selecionar as aprovações técnicas e regionais pertinentes como opções.

O que é um transdutor de força de compressão?

Um transdutor de força de compressão, às vezes também chamado de transdutor de força ou célula de carga, mede a força que atua em um sensor. Através da deformação elástica, muitas vezes pode medir forças de tração e compressão.

Como funciona uma célula de carga?

Para explicar a função de uma célula de carga, o design e a tecnologia utilizada devem ser diferenciados: células de carga com extensômetros, sensor de filme fino e medição de força hidráulica. Você pode aprender mais sobre os diferentes princípios de medição em Sensores de força e transdutores de força.

Como funciona um transdutor de força de compressão com extensômetros?

Os extensômetros são condutores elétricos presos a uma tira de alumínio. Como os extensômetros estão firmemente presos à folha, eles se ajustam de acordo com a compressão ou alongamento da folha. Isso resulta em uma mudança de resistência nos condutores elétricos, que é uma medida da força atuante. Os extensômetros são ligados a um corpo de mola ou corpo de deformação e são esticados ou comprimidos por uma força. A resistência aumenta quando os extensômetros são esticados e diminui quando são comprimidos. A força que atua no corpo de deformação é então derivada da resistência da deformação. As células de carga com extensômetros são particularmente flexíveis devido aos diferentes materiais e formas e podem ser montadas nas menores superfícies. As conexões cruzadas de extensômetros (ponte de Wheatstone) otimizam a saída do sinal e a precisão da medição.

Como funciona um transdutor de força com sensores de filme fino?

Para células de carga com sensores de filme fino, a força atuante é medida por resistores de filme fino. A estabilidade a longo prazo pode ser garantida pela soldagem atômica do sensor de película fina ao corpo de deformação. Assim que o corpo se deforma devido à força que atua sobre ele, a resistência elétrica muda. Esta mudança de resistência é convertida pelo sensor em um sinal de saída padronizado.

Como funciona uma célula de carga com medição de força hidráulica?

Os transdutores de força de compressão hidráulica da WIKA podem detectar e exibir as forças que ocorrem em diversas aplicações. As células de carga com medição de força hidráulica são sistemas autônomos e não necessitam de qualquer tensão de alimentação. O corpo de medição do transdutor de força hidráulica contém um líquido que pode transmitir imediatamente a força atuante para um display analógico ou digital. Oferecemos acessórios para sistemas de medição de força hidráulica que permitem a desmontagem do instrumento de medição sob pressão e sem paralisação da máquina ou perda de fluido.