WIKA Brasil

Medidores de vazão eletromagnéticos

Medidores de vazão eletromagnéticos para medição precisa de líquidos condutores

Os medidores de vazão eletromagnéticos WIKA fornecem medições precisas de líquidos condutores, oferecendo muitas vantagens importantes em comparação com outras tecnologias, como excepcional estabilidade a longo prazo, máxima confiabilidade do processo, sem queda de pressão e zero manutenção. Os sensores magnéticos-indutivos WIKA estão disponíveis em diferentes versões em termos de materiais de corpo e revestimento, conexões de tubos e aplicações (desde solução econômica para irrigação até transferência de custódia altamente precisa conforme MID MI-001, OIML R49). Eles podem ser acoplados a conversores de sinal digital WIKA, fornecidos em configurações compactas e remotas, capazes de fornecer medições de vazão precisas e gerenciar a comunicação com os sistemas de controle externos, mesmo na ausência de fonte de alimentação. Sem peças móveis ou intrusivas, esses instrumentos WIKA garantem um tempo de resposta rápido e fácil instalação.

Como funcionam os medidores de vazão magnéticos-indutivos?

Medidores de vazão eletromagnéticos são usados ​​para medir com precisão líquidos condutores. O princípio de medição é baseado na lei da indução de Faraday. De acordo com esta lei, um líquido condutor pode ser medido pela sua tensão ao passar através de um campo magnético. A vantagem dos medidores de vazão eletromagnéticos é que eles funcionam mesmo na ausência de fonte de alimentação e podem ser utilizados independentemente da pressão, temperatura, densidade, viscosidade e agressividade das substâncias medidas.

Onde os medidores de vazão magnéticos-indutivos são usados ​​principalmente?

Os medidores de vazão eletromagnéticos são usados ​​onde quer que o meio flua, por exemplo, na área de água e águas residuais. Contudo, meios com componentes sólidos, como lodo e concreto, ou meios agressivos também podem ser medidos com precisão. As áreas de aplicação incluem dispositivos anti-sísmicos, dispositivos de proteção contra incêndio, tecnologia de refrigeração, engenharia civil, mineração ou na indústria de processamento. Conversores de sinal WIKA, por ex. tipo FLC-608, são acoplados a medidores de vazão eletromagnéticos em configuração separada ou compacta. Isto gera, por exemplo, corrente para a bobina solenóide e gerencia a comunicação com sistemas de controle externos